Portal NFL

Relembrando Jair Messias Bolsonaro

Relembrando Jair Messias Bolsonaro
339

OUVIR POSTAGEM

Em maio de 2017 a Rádio Jovem Pan proporcionou um debate entre o professor Marco Antônio Villa e o então deputado Jair Messias Bolsonaro, a ideia era discutir sobre um eventual governo e quais medidas seriam adotadas nas áreas da Economia, Educação, Saúde e política externa.

Sobre Economia, Bolsonaro é indagado a apresentar qual será a sua política econômica e responde de modo evasivo “sem honestidade você...”

Pela segunda vez, o professor lhe provoca a falar de Economia, menciona o então senador Aécio Neves sobre uma indicação a Vale do Rio Doce, ele prossegue afirmando “eu não sou economista”, “honestidade é coisa rara”, “cê tem que partir pro bilateralismo”. Em uma tônica recorrente de bordões facilmente digeríveis pelo senso comum. O velho escapismo político, a saída pela tangente para tirar o foco do que é urgente.

Em determinado momento, Bolsonaro compara a Economia Paraguaia à brasileira e, por volta dos nove minutos, a distorção da temática Economia, a imposição de argumentos falaciosos no grito, dá lugar ao período militar. O professor Villa diz: “eu defendi as liberdades, a democracia” e Bolsonaro rebate: “falar que você não tinha liberdade no período militar ‘cê tá de brincadeira”. Haveria entendimento real sobre manutenção das liberdades de expressão durante o regime militar? De qual planeta será que o deputado em questão se referia?

Ao todo foram vinte minutos de uma conversa nada conclusiva e repleta de pessoalidades. Uma aula de como manter-se firme sem nenhum argumento que não fosse a agressividade, o ataque, para se apoiar.

A discussão segue sem uma clara linha de raciocínio mas, bateu recorde de audiência naquele dia. Ao completar três anos, o debate entre Villa e o agora Presidente da República Jair Messias Bolsonaro tem muito a nos ensinar, as atitudes tomadas perante a maior crise na história já podiam ser observadas naquele encontro, no entanto, passaram despercebidas devido a uma polarização política, à intransigência travestida na falsa humildade de estar ali para aprender com o professor Villa, se contradizendo a todo o tempo com generalizações. Contudo, como já dizia Cezar Santos: “triste do país que precisa de herói. O Brasil precisa.”

Confira o debate na integra: https://www.youtube.com/watch?v=avLleXGkLR4

 

Giovanni Antunes é professor, historiador.
Este texto é de responsabilidade do autor/da autora e não reflete necessariamente a opinião do PORTALNFL.

Quer divulgar a sua opinião. Envie o seu artigo para o e-mail portal@portalnfl.com.br

 

Comentários

Quer mais artigos e as newsletters editoriais no seu e-mail?

Receba as notícias do dia e os alertas de última hora.
[CARREGANDO...]

Confira mais Postagens

Europa depois da primeira onda
Felipe Bombardelli
Felipe BombardelliColunista

Europa depois da primeira onda

Posts do Colunista Ver Esta Postagem
Sobre o dia 25 dia da mulher negra e latino americana
Vanessa Ramos
Vanessa RamosColunista

Sobre o dia 25 dia da mulher negra e latino americana

Posts do Colunista Ver Esta Postagem
O agronegócio capitalista e epidemias
Marcelo Barbosa
Marcelo BarbosaColunista

O agronegócio capitalista e epidemias

Posts do Colunista Ver Esta Postagem
Quando o perigo bate a porta
Thiago Barros
Thiago BarrosColunista

Quando o perigo bate a porta

Posts do Colunista Ver Esta Postagem
Feliz 2020 - Do Retrocesso à Resistência
Amilton Farias
Amilton FariasColunista

Feliz 2020 - Do Retrocesso à Resistência

Posts do Colunista Ver Esta Postagem
É Natal
Amilton Farias
Amilton FariasColunista

É Natal

Posts do Colunista Ver Esta Postagem
Hoje sai a votar
Amilton Farias
Amilton FariasColunista

Hoje sai a votar

Posts do Colunista Ver Esta Postagem
Reviro - A Culinária de Resistência e Sustento da Fronteira
Amilton Farias
Amilton FariasColunista

Reviro - A Culinária de Resistência e Sustento da Fronteira

Posts do Colunista Ver Esta Postagem