A nova era da informação!

Em Alta

Tumba de 4 mil anos é descoberta no Egito; veja fotos

O túmulo do sacerdote chamado “Wahtye” data da 5ª dinastia (entre 2.500 e 2.300 a.C), durante o reinado de Neferirkare
Tumba de 4 mil anos é descoberta no Egito; veja fotos
22

Tumba de 4 mil anos é descoberta no Egito; veja fotos

Por France Presse

O túmulo do sacerdote chamado “Wahtye” data da 5ª dinastia (entre 2.500 e 2.300 a.C), durante o reinado de Neferirkare, de acordo com o Ministério das Antiguidades.

O túmulo de um sacerdote que remonta a mais de 4.400 anos foi descoberto em Saqqara, perto do Cairo, por uma missão arqueológica egípcia, anunciaram neste sábado (15) as autoridades do Egito. O túmulo, do sacerdote chamado “Wahtye”, data da 5ª dinastia (entre 2.500 e 2.300 a.C), durante o reinado de Neferirkare, de acordo com o Ministério das Antiguidades egípcio.

As informações são da agência France Presse.

A tumba está “excepcionalmente bem preservada, colorida com esculturas no interior. Ela pertence a um sacerdote de alta patente”, explicou o ministro das Antiguidades, Khaled el Enany, a uma multidão de convidados.

Mustafa Abdo, chefe dos trabalhadores de escavação, caminha em um túmulo recentemente descoberto da Purificação Real do Sacerdote durante o reinado do Rei Nefer Ir-Ka-Re, chamado "Wahtye". — Foto: AP Photo/Amr NabilMustafa Abdo, chefe dos trabalhadores de escavação, caminha em um túmulo recentemente descoberto da Purificação Real do Sacerdote durante o reinado do Rei Nefer Ir-Ka-Re, chamado “Wahtye”. — Foto: AP Photo/Amr Nabil
 

O túmulo contém “cenas mostrando o dono da tumba com sua mãe, sua esposa e sua família, bem como vários nichos com grandes estátuas coloridas do falecido e sua família”, disse o ministério em um comunicado. (Confira mais fotos ao final da matéria).

Os nichos são 18 e as estátuas, 24, de acordo com a mesma fonte, que especifica ainda que a parte inferior da tumba contém 26 nichos menores.

Mostafa Waziri, secretário geral do Conselho Supremo de Antiguidades, fala dentro de uma tumba recentemente descoberta da Purificação Real do Sacerdote durante o reinado do Rei Nefer Ir-Ka-Re, chamado "Wahtye." — Foto: AP Photo/Amr NabilMostafa Waziri, secretário geral do Conselho Supremo de Antiguidades, fala dentro de uma tumba recentemente descoberta da Purificação Real do Sacerdote durante o reinado do Rei Nefer Ir-Ka-Re, chamado “Wahtye.” — Foto: AP Photo/Amr Nabil
 

Em novembro, no mesmo sítio arqueológico em Saqqara, as autoridades egípcias revelaram a descoberta de sete túmulos, incluindo quatro que datam de mais de 6.000 anos, pela mesma missão arqueológica egípcia.

O sítio de Saqqara, ao sul do Cairo, é uma vasta necrópole que abriga em particular a famosa pirâmide de degraus do faraó Djoser, a primeira da era faraônica.

Este monumento, construído em torno de 2.700 a.C pelo arquiteto Imhotep, é considerado um dos monumentos mais antigos da superfície do globo.

Confira mais fotos da descoberta:

Cinegrafistas e visitantes visitam o túmulo da Purificação Real do Sacerdote durante o reinado do Rei Nefer Ir-Ka-Re, chamado "Wahtye". — Foto: AP Photo/Amr NabilCinegrafistas e visitantes visitam o túmulo da Purificação Real do Sacerdote durante o reinado do Rei Nefer Ir-Ka-Re, chamado “Wahtye”. — Foto: AP Photo/Amr Nabil
 
 
 
O túmulo da Purificação Real do Sacerdote. — Foto: AP Photo / Amr NabilO túmulo da Purificação Real do Sacerdote. — Foto: AP Photo / Amr Nabil
 
 
 
Fotógrafos filmam dentro do túmulo da Purificação Real do Sacerdote durante o reinado do Rei Nefer Ir-Ka-Re, chamado "Wahtye". — Foto: AP Photo/Amr NabilFotógrafos filmam dentro do túmulo da Purificação Real do Sacerdote durante o reinado do Rei Nefer Ir-Ka-Re, chamado “Wahtye”. — Foto: AP Photo/Amr Nabil

 

 

 
Escavadores ouvem a conferência de imprensa do Ministro de Antiguidades no local da pirâmide de degraus de Saqqara, em Gizé (ou Giza). — Foto: AP Photo / Amr NabilEscavadores ouvem a conferência de imprensa do Ministro de Antiguidades no local da pirâmide de degraus de Saqqara, em Gizé (ou Giza). — Foto: AP Photo / Amr Nabil
 
 

OUVIR NOTÍCIA

O túmulo do sacerdote chamado “Wahtye” data da 5ª dinastia (entre 2.500 e 2.300 a.C), durante o reinado de Neferirkare, de acordo com o Ministério das Antiguidades.

O túmulo de um sacerdote que remonta a mais de 4.400 anos foi descoberto em Saqqara, perto do Cairo, por uma missão arqueológica egípcia, anunciaram neste sábado (15) as autoridades do Egito. O túmulo, do sacerdote chamado “Wahtye”, data da 5ª dinastia (entre 2.500 e 2.300 a.C), durante o reinado de Neferirkare, de acordo com o Ministério das Antiguidades egípcio.

As informações são da agência France Presse.

A tumba está “excepcionalmente bem preservada, colorida com esculturas no interior. Ela pertence a um sacerdote de alta patente”, explicou o ministro das Antiguidades, Khaled el Enany, a uma multidão de convidados.

Mustafa Abdo, chefe dos trabalhadores de escavação, caminha em um túmulo recentemente descoberto da Purificação Real do Sacerdote durante o reinado do Rei Nefer Ir-Ka-Re, chamado "Wahtye". — Foto: AP Photo/Amr NabilMustafa Abdo, chefe dos trabalhadores de escavação, caminha em um túmulo recentemente descoberto da Purificação Real do Sacerdote durante o reinado do Rei Nefer Ir-Ka-Re, chamado “Wahtye”. — Foto: AP Photo/Amr Nabil
 

O túmulo contém “cenas mostrando o dono da tumba com sua mãe, sua esposa e sua família, bem como vários nichos com grandes estátuas coloridas do falecido e sua família”, disse o ministério em um comunicado. (Confira mais fotos ao final da matéria).

Os nichos são 18 e as estátuas, 24, de acordo com a mesma fonte, que especifica ainda que a parte inferior da tumba contém 26 nichos menores.

Mostafa Waziri, secretário geral do Conselho Supremo de Antiguidades, fala dentro de uma tumba recentemente descoberta da Purificação Real do Sacerdote durante o reinado do Rei Nefer Ir-Ka-Re, chamado "Wahtye." — Foto: AP Photo/Amr NabilMostafa Waziri, secretário geral do Conselho Supremo de Antiguidades, fala dentro de uma tumba recentemente descoberta da Purificação Real do Sacerdote durante o reinado do Rei Nefer Ir-Ka-Re, chamado “Wahtye.” — Foto: AP Photo/Amr Nabil
 

Em novembro, no mesmo sítio arqueológico em Saqqara, as autoridades egípcias revelaram a descoberta de sete túmulos, incluindo quatro que datam de mais de 6.000 anos, pela mesma missão arqueológica egípcia.

O sítio de Saqqara, ao sul do Cairo, é uma vasta necrópole que abriga em particular a famosa pirâmide de degraus do faraó Djoser, a primeira da era faraônica.

Este monumento, construído em torno de 2.700 a.C pelo arquiteto Imhotep, é considerado um dos monumentos mais antigos da superfície do globo.

Confira mais fotos da descoberta:

Cinegrafistas e visitantes visitam o túmulo da Purificação Real do Sacerdote durante o reinado do Rei Nefer Ir-Ka-Re, chamado "Wahtye". — Foto: AP Photo/Amr NabilCinegrafistas e visitantes visitam o túmulo da Purificação Real do Sacerdote durante o reinado do Rei Nefer Ir-Ka-Re, chamado “Wahtye”. — Foto: AP Photo/Amr Nabil
 
 
 
O túmulo da Purificação Real do Sacerdote. — Foto: AP Photo / Amr NabilO túmulo da Purificação Real do Sacerdote. — Foto: AP Photo / Amr Nabil
 
 
 
Fotógrafos filmam dentro do túmulo da Purificação Real do Sacerdote durante o reinado do Rei Nefer Ir-Ka-Re, chamado "Wahtye". — Foto: AP Photo/Amr NabilFotógrafos filmam dentro do túmulo da Purificação Real do Sacerdote durante o reinado do Rei Nefer Ir-Ka-Re, chamado “Wahtye”. — Foto: AP Photo/Amr Nabil

 

 

 
Escavadores ouvem a conferência de imprensa do Ministro de Antiguidades no local da pirâmide de degraus de Saqqara, em Gizé (ou Giza). — Foto: AP Photo / Amr NabilEscavadores ouvem a conferência de imprensa do Ministro de Antiguidades no local da pirâmide de degraus de Saqqara, em Gizé (ou Giza). — Foto: AP Photo / Amr Nabil
 
 

Fonte

Por France Presse

Comentários

Quer mais artigos e as newsletters editoriais no seu e-mail?

Receba as notícias do dia e os alertas de última hora.
[CARREGANDO...]

Confira mais Notícias

Rolê na Fronteira
Feira Livre de Trocas da Tríplice Fronteira acontece no domingo, dia 10 de novembro em Foz do...
Feira Livre de Trocas da Tríplice Fronteira acontece no domingo, dia 10 de novembro em Foz do Iguaçu
VISUALIZAR
Sociedade
Em 6 meses, 35 mil mulheres foram vítimas de violência doméstica
Em 6 meses, 35 mil mulheres foram vítimas de violência doméstica
VISUALIZAR
Sociedade
MPPR propõe denúncia por crimes na gestão do transporte em Foz do Iguaçu
MPPR propõe denúncia por crimes na gestão do transporte em Foz do Iguaçu
VISUALIZAR
América Latina
Argentina: Fernández e Kirchner vencem Macri em retomada da esquerda
Argentina: Fernández e Kirchner vencem Macri em retomada da esquerda
VISUALIZAR
América Latina
Bogotá elege Claudia López prefeita, primeira mulher a comandar a capital da Colômbia
Bogotá elege Claudia López prefeita, primeira mulher a comandar a capital da Colômbia
VISUALIZAR
Agenda de Eventos
2ª Marcha da Diversidade e do Orgulho LGBTTQIAP+ da Tríplice Fronteira
2ª  Marcha da Diversidade e do Orgulho LGBTTQIAP+ da Tríplice Fronteira
VISUALIZAR
Fale com a redação!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )