Portal NFL

Em Alta

Suíça coloca Brasil ao lado de ditaduras que atacam a imprensa

Na ONU, europeus alertaram sobre países que estão usando a emergência da Covid-19 para violar direitos humanos
Suíça coloca Brasil ao lado de ditaduras que atacam a imprensa
282

Suíça coloca Brasil ao lado de ditaduras que atacam a imprensa

Em um discurso nesta quarta-feira (1º), na Organização das Nações Unidas (ONU), a Suíça incluiu o governo brasileiro na lista de preocupações internacionais, principalmente pela resposta à pandemia de Covid-19 e ataques contra a imprensa.

De acordo com o jornalista Jamil Chade, do UOL, o Brasil foi incluído em um rol de outros que estão usando a emergência do novo coronavírus para violar direitos humanos, principalmente no que se refere ao papel da imprensa. Além do Brasil, foram citados, entre outros, Cuba, China e Venezuela.

"A pandemia tem, entre outras coisas, destacado a centralidade dos direitos à liberdade de expressão e de acesso à informação. A Suíça lamenta profundamente que muitos Estados tenham explorado a situação de emergência para restringir desproporcionalmente os direitos humanos, incluindo o direito à liberdade de expressão. Observamos tais restrições ou medidas desproporcionais contra jornalistas e mídia independentes, em particular nos seguintes países: Bangladesh, Brasil, Camboja, Cuba, China, Egito, Iraque, Nicarágua, Rússia, Tanzânia e Venezuela", afirmou a delegação suíça durante discurso na ONU.

As críticas ocorreram um dia depois que a alta comissária da entidade para Direitos Humanos, a chilena Michelle Bachelet, também destacou o comportamento do governo brasileiro de negar a gravidade da crise como um potencial elemento que iria aprofundar a pandemia. Ela também havia listado o Brasil ao lado de outros governos pouco democráticos, como os EUA.

Conforme Chade, o governo brasileiro iria tomar a palavra para responder às críticas. Mas, no último minuto, retirou seu nome da lista dos países, sem dar explicações. 

Por Yuri Abreu

 

OUVIR NOTÍCIA

Em um discurso nesta quarta-feira (1º), na Organização das Nações Unidas (ONU), a Suíça incluiu o governo brasileiro na lista de preocupações internacionais, principalmente pela resposta à pandemia de Covid-19 e ataques contra a imprensa.

De acordo com o jornalista Jamil Chade, do UOL, o Brasil foi incluído em um rol de outros que estão usando a emergência do novo coronavírus para violar direitos humanos, principalmente no que se refere ao papel da imprensa. Além do Brasil, foram citados, entre outros, Cuba, China e Venezuela.

"A pandemia tem, entre outras coisas, destacado a centralidade dos direitos à liberdade de expressão e de acesso à informação. A Suíça lamenta profundamente que muitos Estados tenham explorado a situação de emergência para restringir desproporcionalmente os direitos humanos, incluindo o direito à liberdade de expressão. Observamos tais restrições ou medidas desproporcionais contra jornalistas e mídia independentes, em particular nos seguintes países: Bangladesh, Brasil, Camboja, Cuba, China, Egito, Iraque, Nicarágua, Rússia, Tanzânia e Venezuela", afirmou a delegação suíça durante discurso na ONU.

As críticas ocorreram um dia depois que a alta comissária da entidade para Direitos Humanos, a chilena Michelle Bachelet, também destacou o comportamento do governo brasileiro de negar a gravidade da crise como um potencial elemento que iria aprofundar a pandemia. Ela também havia listado o Brasil ao lado de outros governos pouco democráticos, como os EUA.

Conforme Chade, o governo brasileiro iria tomar a palavra para responder às críticas. Mas, no último minuto, retirou seu nome da lista dos países, sem dar explicações. 

Por Yuri Abreu

 

Comentários

Quer mais artigos e as newsletters editoriais no seu e-mail?

Receba as notícias do dia e os alertas de última hora.
[CARREGANDO...]

Confira mais Notícias

Economia
Com R$ 13,7 bi, Bradesco e Itaú lideram lucros, enquanto Petrobras tem prejuízo de R$ 51,5...
Com R$ 13,7 bi, Bradesco e Itaú lideram lucros, enquanto Petrobras tem prejuízo de R$ 51,5 bi na pandemia
VISUALIZAR
Sociedade
Bolsonaro veta auxílio a agricultores familiares
Bolsonaro veta auxílio a agricultores familiares
VISUALIZAR
Política
“Em agenda em Foz do Iguaçu Bolsonaro é recebido com faixa: Por que Michelle recebeu R$ 89...
“Em agenda em Foz do Iguaçu Bolsonaro é recebido com faixa: Por que Michelle recebeu R$ 89 mil do Queiroz?”
VISUALIZAR
Sociedade
Agrotóxico glifosato tem nova condenação nos EUA por causar câncer
Agrotóxico glifosato tem nova condenação nos EUA por causar câncer
VISUALIZAR
Sociedade
'Já deixei de comer, mas não quero que o meu bicho passe fome', diz idosa que apela por...
'Já deixei de comer, mas não quero que o meu bicho passe fome', diz idosa que apela por adoção de seus mais de 20 pets
VISUALIZAR
Sociedade
Moby chama atenção para desmatamento na Amazônia em novo clipe
Moby chama atenção para desmatamento na Amazônia em novo clipe
VISUALIZAR