Portal NFL

PM está pronta para ser a SS de Bolsonaro, é preciso dissolvê-la! Veja o vídeo!

Dissolver a PM, antes que seu destino fascista se cumpra contra o povo brasileiro
PM está pronta para ser a SS de Bolsonaro, é preciso dissolvê-la! Veja o vídeo!
274

PM está pronta para ser a SS de Bolsonaro, é preciso dissolvê-la! Veja o vídeo!

Policiais Militares da Polícia Militar do Estado de São Paulo manifestaram apoio ao ato Bolsonarista ocorrido no último domingo (24) na Avenida Paulista, na Capital do Estado. Em vídeos divulgados pelos próprios participantes do ato pode-se ver dois Policiais em serviço batendo continência aos manifestantes e ao ato e sendo entusiasticamente aplaudidos e cumprimentados pelos participantes, os policiais estão todos com as luzes dos seus veículos acesas como espécie de saudação ao ato fascista.

O ato da extrema-direita bolsonarista além de apoiar o atual presidente, também tem como reivindicação a reabertura do comércio e da atividade econômica geral a revelia da saúde da população. Constituem a tropa de choque da política genocida de Bolsonaro, que é a retomada a atividade econômica imediata em detrimento de milhares ou centenas de milhares de vidas que essa política exigirá, já calcularam e consideram ser necessário.

Doria por sua vez, advoga uma outra política da burguesia, que é o controle do caos, ou seja, controlar na medida do possível as mortes, deslocando-as o mais possível para a população pobre e procurando minorar em alguma medida no número para se prevenir de possíveis explosões sociais da população pobre, ainda que isso impacte negativamente no orçamento da burguesia mais débil e da pequena-burguesia.

As duas políticas são absolutamente terríveis e criminosas para a classe trabalhadora; para todo o povo pobre e oprimido, mas por detrás dela se agrupam as diversas alas da burguesia e também da extrema-direita que lutam pelo controle fundamental do regime político e do governo, a divergência da burguesia não é logicamente absoluta, mas de método, uns defendem, em último caso, como saída da crise econômica e sanitária a ditadura fascista, outros desconfiam desta saída e preferem algo menos drástico e perigoso. Nesse sentido o ato da PM paulista adquire um significado importantíssimo. É um apoio aberto a extrema-direita fascista de um dos mais importantes, fundamentais e poderosos aparatos do Estado burguês.

Todo aparato burocrático que concentra um grande poder estratégico e armado, adquire sempre um grau de independência, ainda que do ponto de vista geral estejam submetidos aos interesses da classe dominante. Assim a própria burguesia tem de negociar com o aparato burocrático, conceder-lhe regalias. Um dos fatores fundamentais do poder dos governadores é justamente o de ser o chefe das polícias, ou seja de ter a sua disposição para impor sua política um grande aparato de homens e mulheres armados e dispostos ao cumprimento de qualquer determinação, sem a polícia o político burguês que exerce o cargo de governador é um político sem poder efetivo, assim como o presidente sem o apoio às Forças Armadas. A divisão da burguesia abre o caminho espaço para que os aparatos burocráticos negociem e se alinhem com uma ou outra ala.

Por isso o ato dos policiais causou grande comoção no próprio setor da burguesia tradicional, o governo do Estado, a imprensa capitalista rapidamente foi aos jornais e também a própria instituição militar, para dizer que não se tratava de apoio, mas que as forças policiais estariam fazendo uma homenagem a um policial morto. O vídeo, porém deixa claro qual a intenção dos policiais. A extrema-direita, inclusive o próprio Bolsonaro, de seu lado, saudou entusiasticamente o apoio.

Caso o apoio das forças policiais, não do ponto de vista individual, mas da instituição, somem-se abertamente ao bolsonarismo contra seus respectivos chefes dos governos, esse movimento poderá ser a força decisiva na queda de braços entre os setores da burguesia para fazer toda ela passar a apoiar a ditadura fascista como o melhor meio de sair da crise e impor a classe trabalhadora todo o ônus dela. A burguesia dita democrática, ou seja os partidos tradicionais do regime político que em alguma medida se opõem ao bolsonarismo, de maneira alguma se oporia ao fascismo se este adquirisse força suficiente para se implementar, o que seria o caso se a polícia militar o apoiasse abertamente, pois teriam que apelar para o povo, armá-lo para barrar o fascismo, mas preferem mil vezes o fascismo a qualquer coisa que possa minimamente beneficiar os trabalhadores, e isso ficou comprovado na eleição de 2018, quando toda a burguesia apoiou Bolsonaro para vencer o PT.

A polícia Militar é uma organização de tipo fascista que atua sob os auspícios do Estado liberal burguês, ainda que o seu fascismo esteja camuflado pela ideologia jurídica do Estado e até certo ponto, por incrível que pareça, contido também por ela. Assim a Polícia Militar, uma tropa de assassinos para combater a classe operária e o povo pobre, constitui uma milícia fascista, armada e treinada, municiada de muitos recursos, em potência, podendo transformar-se em ato. A polícia militar brasileira despida da ideologia jurídica do chamado Estado de Direito e levantando a bandeira do fascismo abertamente transformaria-se certamente em uma das coisas mais bárbaras e brutais que o mundo já conheceu.

É um elemento do regime político que a burguesia mundial e a brasileira tomou das experiências fascistas e o introduziu nos regimes chamados democráticos-liberais como elemento de autoproteção, assim sendo é uma instituição puramente de repressão violenta da burguesia contra os trabalhadores e profundamente antidemocrática. As forças democráticas e revolucionárias devem lutar pela sua imediata e completa dissolução, primeiro como forma de proteger as massas populares que são massacradas diariamente pelas força policial, segundo para retirar do fascismo seu elemento mais poderoso e impedi-la de cumprir o papel aqui daquele que foi cumprimo pela SS nazista na Alemanha.

Veja um dos videos:

Por Diário Causa Operária

 

Quer conhecer pontos pontos turísticos na America Latina ou em qualquer outro lugar no mundo? Visite nosso site.Compre sua passagem com preços especiais e tranquilidade,  nós recomendamos. hospedagem de qualidade, com todo conforto e com preço justo para qualquer lugar do mundo!  Queremos que conheça as melhores rotas para ir de onde você está para onde você quer chegar de carro,  bicicleta, a pé, avião ou em transporte turístico. Ligue para os lugares que você planeja ir em sua visita para confirmar se estão abertos. Hoje em dia a maioria das pessoas fazem seu seguro viagem para poder viajar com tranquilidade e segurança, e não perca a conexão, nem a oportunidade de enviar em tempo real suas fotos,  clique aqui e viaje conectado.

OUVIR NOTÍCIA

Policiais Militares da Polícia Militar do Estado de São Paulo manifestaram apoio ao ato Bolsonarista ocorrido no último domingo (24) na Avenida Paulista, na Capital do Estado. Em vídeos divulgados pelos próprios participantes do ato pode-se ver dois Policiais em serviço batendo continência aos manifestantes e ao ato e sendo entusiasticamente aplaudidos e cumprimentados pelos participantes, os policiais estão todos com as luzes dos seus veículos acesas como espécie de saudação ao ato fascista.

O ato da extrema-direita bolsonarista além de apoiar o atual presidente, também tem como reivindicação a reabertura do comércio e da atividade econômica geral a revelia da saúde da população. Constituem a tropa de choque da política genocida de Bolsonaro, que é a retomada a atividade econômica imediata em detrimento de milhares ou centenas de milhares de vidas que essa política exigirá, já calcularam e consideram ser necessário.

Doria por sua vez, advoga uma outra política da burguesia, que é o controle do caos, ou seja, controlar na medida do possível as mortes, deslocando-as o mais possível para a população pobre e procurando minorar em alguma medida no número para se prevenir de possíveis explosões sociais da população pobre, ainda que isso impacte negativamente no orçamento da burguesia mais débil e da pequena-burguesia.

As duas políticas são absolutamente terríveis e criminosas para a classe trabalhadora; para todo o povo pobre e oprimido, mas por detrás dela se agrupam as diversas alas da burguesia e também da extrema-direita que lutam pelo controle fundamental do regime político e do governo, a divergência da burguesia não é logicamente absoluta, mas de método, uns defendem, em último caso, como saída da crise econômica e sanitária a ditadura fascista, outros desconfiam desta saída e preferem algo menos drástico e perigoso. Nesse sentido o ato da PM paulista adquire um significado importantíssimo. É um apoio aberto a extrema-direita fascista de um dos mais importantes, fundamentais e poderosos aparatos do Estado burguês.

Todo aparato burocrático que concentra um grande poder estratégico e armado, adquire sempre um grau de independência, ainda que do ponto de vista geral estejam submetidos aos interesses da classe dominante. Assim a própria burguesia tem de negociar com o aparato burocrático, conceder-lhe regalias. Um dos fatores fundamentais do poder dos governadores é justamente o de ser o chefe das polícias, ou seja de ter a sua disposição para impor sua política um grande aparato de homens e mulheres armados e dispostos ao cumprimento de qualquer determinação, sem a polícia o político burguês que exerce o cargo de governador é um político sem poder efetivo, assim como o presidente sem o apoio às Forças Armadas. A divisão da burguesia abre o caminho espaço para que os aparatos burocráticos negociem e se alinhem com uma ou outra ala.

Por isso o ato dos policiais causou grande comoção no próprio setor da burguesia tradicional, o governo do Estado, a imprensa capitalista rapidamente foi aos jornais e também a própria instituição militar, para dizer que não se tratava de apoio, mas que as forças policiais estariam fazendo uma homenagem a um policial morto. O vídeo, porém deixa claro qual a intenção dos policiais. A extrema-direita, inclusive o próprio Bolsonaro, de seu lado, saudou entusiasticamente o apoio.

Caso o apoio das forças policiais, não do ponto de vista individual, mas da instituição, somem-se abertamente ao bolsonarismo contra seus respectivos chefes dos governos, esse movimento poderá ser a força decisiva na queda de braços entre os setores da burguesia para fazer toda ela passar a apoiar a ditadura fascista como o melhor meio de sair da crise e impor a classe trabalhadora todo o ônus dela. A burguesia dita democrática, ou seja os partidos tradicionais do regime político que em alguma medida se opõem ao bolsonarismo, de maneira alguma se oporia ao fascismo se este adquirisse força suficiente para se implementar, o que seria o caso se a polícia militar o apoiasse abertamente, pois teriam que apelar para o povo, armá-lo para barrar o fascismo, mas preferem mil vezes o fascismo a qualquer coisa que possa minimamente beneficiar os trabalhadores, e isso ficou comprovado na eleição de 2018, quando toda a burguesia apoiou Bolsonaro para vencer o PT.

A polícia Militar é uma organização de tipo fascista que atua sob os auspícios do Estado liberal burguês, ainda que o seu fascismo esteja camuflado pela ideologia jurídica do Estado e até certo ponto, por incrível que pareça, contido também por ela. Assim a Polícia Militar, uma tropa de assassinos para combater a classe operária e o povo pobre, constitui uma milícia fascista, armada e treinada, municiada de muitos recursos, em potência, podendo transformar-se em ato. A polícia militar brasileira despida da ideologia jurídica do chamado Estado de Direito e levantando a bandeira do fascismo abertamente transformaria-se certamente em uma das coisas mais bárbaras e brutais que o mundo já conheceu.

É um elemento do regime político que a burguesia mundial e a brasileira tomou das experiências fascistas e o introduziu nos regimes chamados democráticos-liberais como elemento de autoproteção, assim sendo é uma instituição puramente de repressão violenta da burguesia contra os trabalhadores e profundamente antidemocrática. As forças democráticas e revolucionárias devem lutar pela sua imediata e completa dissolução, primeiro como forma de proteger as massas populares que são massacradas diariamente pelas força policial, segundo para retirar do fascismo seu elemento mais poderoso e impedi-la de cumprir o papel aqui daquele que foi cumprimo pela SS nazista na Alemanha.

Veja um dos videos:

Por Diário Causa Operária

 

Quer conhecer pontos pontos turísticos na America Latina ou em qualquer outro lugar no mundo? Visite nosso site.Compre sua passagem com preços especiais e tranquilidade,  nós recomendamos. hospedagem de qualidade, com todo conforto e com preço justo para qualquer lugar do mundo!  Queremos que conheça as melhores rotas para ir de onde você está para onde você quer chegar de carro,  bicicleta, a pé, avião ou em transporte turístico. Ligue para os lugares que você planeja ir em sua visita para confirmar se estão abertos. Hoje em dia a maioria das pessoas fazem seu seguro viagem para poder viajar com tranquilidade e segurança, e não perca a conexão, nem a oportunidade de enviar em tempo real suas fotos,  clique aqui e viaje conectado.

Comentários

Quer mais artigos e as newsletters editoriais no seu e-mail?

Receba as notícias do dia e os alertas de última hora.
[CARREGANDO...]

Confira mais Notícias

Sociedade
O que desigualdade, clima e direitos humanos têm a ver com pós-covid?
O que desigualdade, clima e direitos humanos têm a ver com pós-covid?
VISUALIZAR
Sociedade
O tamanho do rombo: militar inativo custa 17 vezes mais que aposentado pelo INSS
O tamanho do rombo: militar inativo custa 17 vezes mais que aposentado pelo INSS
VISUALIZAR
Sociedade
Luciano Hang é condenado a pagar R$ 300 mil por postagens ofensivas à OAB
Luciano Hang é condenado a pagar R$ 300 mil por postagens ofensivas à OAB
VISUALIZAR
Sociedade
Com solos sem nutrientes, Argentina recorre à agroecologia
Com solos sem nutrientes, Argentina recorre à agroecologia
VISUALIZAR
Boa Forma & Saúde
Nem a pandemia consegue frear as emissões no Brasil. O que poderia?
Nem a pandemia consegue frear as emissões no Brasil. O que poderia?
VISUALIZAR
Sociedade
Um oceano saudável pode ajudar a derrotar pandemias
Um oceano saudável pode ajudar a derrotar pandemias
VISUALIZAR