A nova era da informação!

Em Alta

Juiz determina que corpo de Ademir Gonçalves que foi morto em Aduana Brasil/Paraguay seja exumado dia 31 desse mês.

O Juiz Edilberto Barbosa Clementino​ determinou exumação do corpo de Ademir Gonçalves Costa
Juiz determina que corpo de Ademir Gonçalves que foi morto em Aduana Brasil/Paraguay seja exumado dia 31 desse mês.
15

Juiz determina que corpo de Ademir Gonçalves que foi morto em Aduana Brasil/Paraguay seja exumado dia 31 desse mês.

 O Juiz Edilberto Barbosa Clementino determinou exumação do corpo de Ademir Gonçalves Costa, para realização de novos laudos, tendo em vista várias contradições entre o laudo oficial e o laudo particular elaborado pelos peritos Sérgio Hernandez saldias é Levi inima de Miranda, Leandro Molina.

O procedimento da exumação do corpo de Ademir Gonçalves Costa será realizado às 7:00 do dia 31/10/2017, no Cemitério Municipal Jardim São Paulo, localizado à Av. Felipe Wandscheer em Foz do Iguaçu, a exumaçao será acompanhada pelos renomados peritos particulares Sergio Hernandez Saldias e Levi Inima de Miranda, dos advogafos da familília, Almir Santos, Wilson André Neves e André Vitorassi, e de representantes do Centro de Direitos Humanos de Foz do Iguaçu.

Ademir Gonçalves Costa, de 39 anos, retornava do Paraguai, na tarde de sábado do dia 28/01/2017, em um mototaxi, quando foi parado por servidores da Receita Federal, na Ponte internacional da Amizade, em Foz do Iguaçu (PR).

Após ser conduzido a uma das cabines da Aduana da Ponte Internacional da Amizade, Ademir veio a óbito. A partir de então foi instaurado inquérito policial, em virtude da suspeita de que Ademir estaria transportando entorpecente em seu estômago, pois segundo o relatório do SAMU havia sido descrito que Ademir havia engolido cápsulas de drogas.

O inquérito, em um primeiro momento, foi relatado pelo Delegado da Policial Federal Renato Obikawa Kyosen, que se pronunciou pelo arquivamento, tendo o aval do Ministério Público Federal.

Os advogados contratados pela família de Ademir, Wilson André Neres, Almir José dos Santos e André Vitorassi, solicitaram a reavaliação do caso ao Juiz da 5? Vara Federal de Foz do Iguaçu, Edilberto Barbosa Clementino, apontando grave falha nas investigações, uma vez que os peritos particulares contratados pela família concluíram que o inquérito foi fraudado para denegrir a imagem da vítima e para justificar a ação dos servidores da Receita Federal, pois não foram encontrados vestígios de drogas no corpo de Ademir, segundo o laudo realizado pelo Instituto Médico-Legal.

Os novos laudos apresentados pelos peritos particulares descarta a hipótese de overdose como causa mortis, e concluí que esta se deu por asfixia direta e indireta, e não pela ingestão dos fármacos Lidocaína, Fenacetina, Sildenafil e Clobenzorex, conforme apresentado anteriormente pelo Instituo Médico-Legal. Ainda, segundo os peritos, os agentes da Receita Federal omitiram informações sobre o uso do spray de pimenta, negligenciaram atendimento e pressionaram os médicos do SAMU a emitirem um boletim de ocorrência falso.

O Juiz Federal Edilberto, então, ordenou a exumação do corpo de Ademir Gonçalves Costa e a realização de novos exames, por autoridade policial diversa, postergando o arquivamento do inquérito policial.

O novo Delegado responsável pelas investigações, Emerson Antônio Rodrigues definiu a data de 31/10/2017 para realização da exumação do corpo de Ademir e a realização de novos exames, inclusive, novo exame toxicológico.

Segundo os advogados da família, o objetivo dos novos exames e diligências é esclarecer todos os fatos que envolveram a morte de Ademir Gonçalves Costa. Reportaram que a conclusão dos novos laudos dependerá da complexidade dos exames a serem realizados, os quais serão apurados após a exumação do corpo de Ademir.

#SOMOSTODOSADEMIRGONÇALVES

Clique aqui e conheça a América Latina: 

Cataratas do Iguaçu do Brasil e da Argentina

Conheça o Chile e passe por experiência únicas

Tango, Carne e belezas naturais, a fascinante Argentina

São Paulo um dos maiores centros culturais do mundo!

Uruguay de Punta del Este a Montevidéu um país livre para todos!

OUVIR NOTÍCIA

 O Juiz Edilberto Barbosa Clementino determinou exumação do corpo de Ademir Gonçalves Costa, para realização de novos laudos, tendo em vista várias contradições entre o laudo oficial e o laudo particular elaborado pelos peritos Sérgio Hernandez saldias é Levi inima de Miranda, Leandro Molina.

O procedimento da exumação do corpo de Ademir Gonçalves Costa será realizado às 7:00 do dia 31/10/2017, no Cemitério Municipal Jardim São Paulo, localizado à Av. Felipe Wandscheer em Foz do Iguaçu, a exumaçao será acompanhada pelos renomados peritos particulares Sergio Hernandez Saldias e Levi Inima de Miranda, dos advogafos da familília, Almir Santos, Wilson André Neves e André Vitorassi, e de representantes do Centro de Direitos Humanos de Foz do Iguaçu.

Ademir Gonçalves Costa, de 39 anos, retornava do Paraguai, na tarde de sábado do dia 28/01/2017, em um mototaxi, quando foi parado por servidores da Receita Federal, na Ponte internacional da Amizade, em Foz do Iguaçu (PR).

Após ser conduzido a uma das cabines da Aduana da Ponte Internacional da Amizade, Ademir veio a óbito. A partir de então foi instaurado inquérito policial, em virtude da suspeita de que Ademir estaria transportando entorpecente em seu estômago, pois segundo o relatório do SAMU havia sido descrito que Ademir havia engolido cápsulas de drogas.

O inquérito, em um primeiro momento, foi relatado pelo Delegado da Policial Federal Renato Obikawa Kyosen, que se pronunciou pelo arquivamento, tendo o aval do Ministério Público Federal.

Os advogados contratados pela família de Ademir, Wilson André Neres, Almir José dos Santos e André Vitorassi, solicitaram a reavaliação do caso ao Juiz da 5? Vara Federal de Foz do Iguaçu, Edilberto Barbosa Clementino, apontando grave falha nas investigações, uma vez que os peritos particulares contratados pela família concluíram que o inquérito foi fraudado para denegrir a imagem da vítima e para justificar a ação dos servidores da Receita Federal, pois não foram encontrados vestígios de drogas no corpo de Ademir, segundo o laudo realizado pelo Instituto Médico-Legal.

Os novos laudos apresentados pelos peritos particulares descarta a hipótese de overdose como causa mortis, e concluí que esta se deu por asfixia direta e indireta, e não pela ingestão dos fármacos Lidocaína, Fenacetina, Sildenafil e Clobenzorex, conforme apresentado anteriormente pelo Instituo Médico-Legal. Ainda, segundo os peritos, os agentes da Receita Federal omitiram informações sobre o uso do spray de pimenta, negligenciaram atendimento e pressionaram os médicos do SAMU a emitirem um boletim de ocorrência falso.

O Juiz Federal Edilberto, então, ordenou a exumação do corpo de Ademir Gonçalves Costa e a realização de novos exames, por autoridade policial diversa, postergando o arquivamento do inquérito policial.

O novo Delegado responsável pelas investigações, Emerson Antônio Rodrigues definiu a data de 31/10/2017 para realização da exumação do corpo de Ademir e a realização de novos exames, inclusive, novo exame toxicológico.

Segundo os advogados da família, o objetivo dos novos exames e diligências é esclarecer todos os fatos que envolveram a morte de Ademir Gonçalves Costa. Reportaram que a conclusão dos novos laudos dependerá da complexidade dos exames a serem realizados, os quais serão apurados após a exumação do corpo de Ademir.

#SOMOSTODOSADEMIRGONÇALVES

Clique aqui e conheça a América Latina: 

Cataratas do Iguaçu do Brasil e da Argentina

Conheça o Chile e passe por experiência únicas

Tango, Carne e belezas naturais, a fascinante Argentina

São Paulo um dos maiores centros culturais do mundo!

Uruguay de Punta del Este a Montevidéu um país livre para todos!

Comentários

Quer mais artigos e as newsletters editoriais no seu e-mail?

Receba as notícias do dia e os alertas de última hora.
[CARREGANDO...]

Confira mais Notícias

Rolê na Fronteira
Feira Livre de Trocas da Tríplice Fronteira acontece no domingo, dia 10 de novembro em Foz do...
Feira Livre de Trocas da Tríplice Fronteira acontece no domingo, dia 10 de novembro em Foz do Iguaçu
VISUALIZAR
Sociedade
Em 6 meses, 35 mil mulheres foram vítimas de violência doméstica
Em 6 meses, 35 mil mulheres foram vítimas de violência doméstica
VISUALIZAR
Sociedade
MPPR propõe denúncia por crimes na gestão do transporte em Foz do Iguaçu
MPPR propõe denúncia por crimes na gestão do transporte em Foz do Iguaçu
VISUALIZAR
América Latina
Argentina: Fernández e Kirchner vencem Macri em retomada da esquerda
Argentina: Fernández e Kirchner vencem Macri em retomada da esquerda
VISUALIZAR
América Latina
Bogotá elege Claudia López prefeita, primeira mulher a comandar a capital da Colômbia
Bogotá elege Claudia López prefeita, primeira mulher a comandar a capital da Colômbia
VISUALIZAR
Agenda de Eventos
2ª Marcha da Diversidade e do Orgulho LGBTTQIAP+ da Tríplice Fronteira
2ª  Marcha da Diversidade e do Orgulho LGBTTQIAP+ da Tríplice Fronteira
VISUALIZAR
Fale com a redação!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )