Portal NFL

Em Alta

Estudo da RAPS analisa campanhas políticas inovadoras

Até as eleições de 2018, uma mulher indígena nunca havia sido eleita para o Congresso Nacional.
Estudo da RAPS analisa campanhas políticas inovadoras
202

Estudo da RAPS analisa campanhas políticas inovadoras

Até as eleições de 2018, uma mulher indígena nunca havia sido eleita para o Congresso Nacional. Na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp), a novidade foi a eleição de uma candidatura coletiva para deputado estadual. Essas e outras sete diferentes candidaturas que marcaram o cenário político brasileiro com inovação, transparência e diversidade são analisadas no e-book “Construindo campanhas: o caminho para a eleição”, resultado de um estudo inédito da Rede de Ação Política pela Sustentabilidade (RAPS). Coordenada pelos consultores especializados em estratégias de campanha Marcos Salles e Paulo Loiola. 

A publicação pode ser acessada gratuitamente e está disponível para download aqui.

Entre os casos apresentados na publicação, estão os dos deputados federais Joenia Wapichana (REDE-RR), liderança indígena da reserva Raposa Serra do Sol, em Roraima, eleita para ocupar uma das cadeiras no Congresso Nacional; Rodrigo Agostinho (PSB-SP), que é ex-vereador e prefeito de Bauru (SP) e atual presidente da Frente Ambientalista da Câmara; e Áurea Carolina (PSOL-MG), considerada uma das 100 pessoas jovens negras mais influentes do mundo na área de política e governança, segundo o estudo global Most Influential People of African Descent – Pessoas Afrodescendentes mais Influentes – em 2019. Outra campanha analisada é a de Thaís Ferreira (PSOL-RJ), que embora não tenha sido eleita, ganhou espaço por propostas pautadas na renovação, ampliação do debate, representatividade, empreendedorismo social e garantia de direitos fundamentais. E a campanha de Mônica Seixas (PSOL-SP), pela Bancada Ativista, primeiro mandato coletivo na Alesp.

Também foram destaques as campanhas do deputado federal Francisco Jr. (PSD-GO), cujas ideias e projetos de desenvolvimento sustentável e a responsabilidade social o credenciaram à quarta maior votação do pleito, e dos deputados estaduais Fábio Ostermann (NOVO-RS), um dos mais bem votados no Rio Grande do Sul; Allyson Bezerra (SD-RN), o mais jovem deputado estadual eleito no Rio Grande do Norte; e Marina Helou (REDE-SP), líder de projetos de ONGs voltadas para a educação e a sustentabilidade e eleita com quase 40 mil votos em São Paulo.

O objetivo do e-book é disponibilizar um manual de consulta acessível a todos os interessados no sistema político eleitoral brasileiro. “Essa nova publicação é uma forma de contribuir com exemplos práticos e consolidar aquilo que enxergamos como modelos a seguir e a inspirar um futuro ainda mais democrático, qualificado e inovador”, destaca Mônica Sodré, diretora executiva da RAPS.

Com o intuito de identificar, organizar e sistematizar ações, atividades, rotinas e metodologias aplicadas nas campanhas eleitorais, o estudo acompanhou nove candidaturas que disputaram assento na Câmara Federal dos Deputados e em algumas Assembleias Legislativas do país.

Em cada caso abordado, o estudo se debruça sobre o processo que começa com a preparação do candidato, escolha do partido, planejamento na pré-campanha, mobilização de rua, e chega à reta final, com a consolidação das candidaturas. Com foco nas tendências inovadoras na forma de fazer política no país, como atenção à diversidade, construção colaborativa e uso da tecnologia, o livro também levou em consideração as barreiras para o ingresso dos candidatos, principalmente quanto aos desafios de comunicação, o financiamento das campanhas eleitorais e a relação com os partidos políticos.

Ao longo dos seis capítulos da publicação, os candidatos entrevistados revelam informações relacionadas à gestão e à execução de suas campanhas eleitorais em 2018, contando o que foi testado, o que deu certo e o que não funcionou como esperado. Além disso, também são apresentadas boas práticas que foram concretizadas nas campanhas, distribuídas por áreas de iniciativa. A publicação ainda oferece orientações práticas, incluindo os principais pontos de atenção dos processos que envolvem uma campanha, todos catalogados em forma de checklist.

Live de lançamento

Para o lançamento do estudo, a RAPS promoveu uma live em sua página no Facebook com as participações de Paulo Loiola, autor do estudo; e dos Líderes RAPS deputado federal Francisco Jr. (PSD-GO), e deputados estaduais Fábio Ostermann (NOVO-RS) e Allyson Bezerra (SD-RN). A mediação da conversa foi de Cássia Marques da Costa, gerente de Apoio à Ação Política da RAPS.

 

OUVIR NOTÍCIA

Até as eleições de 2018, uma mulher indígena nunca havia sido eleita para o Congresso Nacional. Na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp), a novidade foi a eleição de uma candidatura coletiva para deputado estadual. Essas e outras sete diferentes candidaturas que marcaram o cenário político brasileiro com inovação, transparência e diversidade são analisadas no e-book “Construindo campanhas: o caminho para a eleição”, resultado de um estudo inédito da Rede de Ação Política pela Sustentabilidade (RAPS). Coordenada pelos consultores especializados em estratégias de campanha Marcos Salles e Paulo Loiola. 

A publicação pode ser acessada gratuitamente e está disponível para download aqui.

Entre os casos apresentados na publicação, estão os dos deputados federais Joenia Wapichana (REDE-RR), liderança indígena da reserva Raposa Serra do Sol, em Roraima, eleita para ocupar uma das cadeiras no Congresso Nacional; Rodrigo Agostinho (PSB-SP), que é ex-vereador e prefeito de Bauru (SP) e atual presidente da Frente Ambientalista da Câmara; e Áurea Carolina (PSOL-MG), considerada uma das 100 pessoas jovens negras mais influentes do mundo na área de política e governança, segundo o estudo global Most Influential People of African Descent – Pessoas Afrodescendentes mais Influentes – em 2019. Outra campanha analisada é a de Thaís Ferreira (PSOL-RJ), que embora não tenha sido eleita, ganhou espaço por propostas pautadas na renovação, ampliação do debate, representatividade, empreendedorismo social e garantia de direitos fundamentais. E a campanha de Mônica Seixas (PSOL-SP), pela Bancada Ativista, primeiro mandato coletivo na Alesp.

Também foram destaques as campanhas do deputado federal Francisco Jr. (PSD-GO), cujas ideias e projetos de desenvolvimento sustentável e a responsabilidade social o credenciaram à quarta maior votação do pleito, e dos deputados estaduais Fábio Ostermann (NOVO-RS), um dos mais bem votados no Rio Grande do Sul; Allyson Bezerra (SD-RN), o mais jovem deputado estadual eleito no Rio Grande do Norte; e Marina Helou (REDE-SP), líder de projetos de ONGs voltadas para a educação e a sustentabilidade e eleita com quase 40 mil votos em São Paulo.

O objetivo do e-book é disponibilizar um manual de consulta acessível a todos os interessados no sistema político eleitoral brasileiro. “Essa nova publicação é uma forma de contribuir com exemplos práticos e consolidar aquilo que enxergamos como modelos a seguir e a inspirar um futuro ainda mais democrático, qualificado e inovador”, destaca Mônica Sodré, diretora executiva da RAPS.

Com o intuito de identificar, organizar e sistematizar ações, atividades, rotinas e metodologias aplicadas nas campanhas eleitorais, o estudo acompanhou nove candidaturas que disputaram assento na Câmara Federal dos Deputados e em algumas Assembleias Legislativas do país.

Em cada caso abordado, o estudo se debruça sobre o processo que começa com a preparação do candidato, escolha do partido, planejamento na pré-campanha, mobilização de rua, e chega à reta final, com a consolidação das candidaturas. Com foco nas tendências inovadoras na forma de fazer política no país, como atenção à diversidade, construção colaborativa e uso da tecnologia, o livro também levou em consideração as barreiras para o ingresso dos candidatos, principalmente quanto aos desafios de comunicação, o financiamento das campanhas eleitorais e a relação com os partidos políticos.

Ao longo dos seis capítulos da publicação, os candidatos entrevistados revelam informações relacionadas à gestão e à execução de suas campanhas eleitorais em 2018, contando o que foi testado, o que deu certo e o que não funcionou como esperado. Além disso, também são apresentadas boas práticas que foram concretizadas nas campanhas, distribuídas por áreas de iniciativa. A publicação ainda oferece orientações práticas, incluindo os principais pontos de atenção dos processos que envolvem uma campanha, todos catalogados em forma de checklist.

Live de lançamento

Para o lançamento do estudo, a RAPS promoveu uma live em sua página no Facebook com as participações de Paulo Loiola, autor do estudo; e dos Líderes RAPS deputado federal Francisco Jr. (PSD-GO), e deputados estaduais Fábio Ostermann (NOVO-RS) e Allyson Bezerra (SD-RN). A mediação da conversa foi de Cássia Marques da Costa, gerente de Apoio à Ação Política da RAPS.

 

Comentários

Quer mais artigos e as newsletters editoriais no seu e-mail?

Receba as notícias do dia e os alertas de última hora.
[CARREGANDO...]

Confira mais Notícias

Economia
Com R$ 13,7 bi, Bradesco e Itaú lideram lucros, enquanto Petrobras tem prejuízo de R$ 51,5...
Com R$ 13,7 bi, Bradesco e Itaú lideram lucros, enquanto Petrobras tem prejuízo de R$ 51,5 bi na pandemia
VISUALIZAR
Sociedade
Bolsonaro veta auxílio a agricultores familiares
Bolsonaro veta auxílio a agricultores familiares
VISUALIZAR
Política
“Em agenda em Foz do Iguaçu Bolsonaro é recebido com faixa: Por que Michelle recebeu R$ 89...
“Em agenda em Foz do Iguaçu Bolsonaro é recebido com faixa: Por que Michelle recebeu R$ 89 mil do Queiroz?”
VISUALIZAR
Sociedade
Agrotóxico glifosato tem nova condenação nos EUA por causar câncer
Agrotóxico glifosato tem nova condenação nos EUA por causar câncer
VISUALIZAR
Sociedade
'Já deixei de comer, mas não quero que o meu bicho passe fome', diz idosa que apela por...
'Já deixei de comer, mas não quero que o meu bicho passe fome', diz idosa que apela por adoção de seus mais de 20 pets
VISUALIZAR
Sociedade
Moby chama atenção para desmatamento na Amazônia em novo clipe
Moby chama atenção para desmatamento na Amazônia em novo clipe
VISUALIZAR