A nova era da informação!

Chacarita, o Cemitério dos Tangueiros

A começar por Carlos Gardel, que foi elevado à categoria de santo milagreiro.
Chacarita, o Cemitério dos Tangueiros
20

Chacarita, o Cemitério dos Tangueiros

Em Buenos Aires, o cemitério de visita obrigatória para os tangueiros não é o da Recoleta, e sim o de Chacarita, onde estão enterradas as principais personalidades do 2x4.

Fundado em 14 de abril de 1871, é o maior do mundo, com 95 hectares, 10 mil jazigos, 350 mil gavetas e 100 mil sepulturas abaixo da terra. Em resumo: há orquestras inteiras por lá!

A começar por Carlos Gardel, que foi elevado à categoria de santo milagreiro.



Túmulo de Gardel 

Cerca de 400 placas adornam seu túmulo (rua 33), com pedidos de diversas naturezas e em reconhecimento às “graças alcançadas”. “Gracias Carlos por el favor recibido para mi sobrino”. “Carlitos, hacé crecer mi pelo”.

Todo o dia 24 de junho, data de aniversário da morte do cantor, os fãs fazem uma peregrinação à tumba. Há uma espécie de tertúlia que começa desde cedo ao redor de uma estátua do cantor, em tamanho natural. Reza a lenda que quem passe por lá tem que deixar um cigarro aceso na mão do cantor.

 Tradição no túmulo de Gardel 

Músicos, cantores, dançarinos e “fiéis” deixam flores, velas e oferendas ao mestre, e passam o dia lembrando suas canções mais famosas. “El día que me quieras”, “Volver”, “Bandoneón arrabalero”, “Por una cabeza”.

Mas há mais tangueiros que descansam na Chacarita, especialmente no setor 7E, onde estão as celebridades “com estátua”. Podemos formar um trio imaginário com Osvaldo Pugliese no piano, Augusto Magaldi, na voz e violão, e Aníbal Troilo, o Pichuco, no bandoneón.

Nesta ala estão também os restos de Julio e Francisco de Caro, Carlos di Sarli, Homero Manzi e Roberto Goyeneche.

A lista de tangueiros na Chacarita é impressionante: há pelo menos 50 nomes famosos a serem visitados. Entre eles também o brasileiro Alfredo Le Pera, parceiro de Gardel e um dos maiores letristas da história do tango, além de Astor Piazzolla, que dispensa apresentações.

Em março deste ano juntou-se à troupe o maestro Gerardo Gandini, um nome pouco conhecido para a maioria dos brasileiros. Morreu aos 77 anos, justo quando eu o descobria.

Gandini foi fundador do Centro de Experimentação do Teatro Colón e, de forma paralela a sua atividade de câmara e sinfônica, propôs um ponto de vista diferente aos tangos tradicionais. O resultado está no disco "Postangos", ganhador do Grammy Latino em 2004. Não deixem de escutá-lo!

E em casos de emergência, apelem para SAN PUGLIESE!

Endereço: Guzmán 680 – Chacarita

Aberto os 365 dias do ano, das 7h às 17h.

Fone 0800-444-2363 Visitas Guiadas Gratuitas no segundo e quarto sábado de cada mês, às 11h

Hospedagem de qualidade, com todo conforto e com preço justo em qualquer lugar do mundo!

Conheça a Argentina e o melhor tango do Mundo!

Autora: Gisele Teixeira. Brasileira, jornalista formada pela Universidade Federal de Santa Maria e “cidadã do mundo” como se auto descreve. Autora do blog Aqui me Quedo, vive em Buenos Aires já a cinco anos e esta terminando seus estudos no Centro Educativo del Tango de Buenos Aires. Apaixonada pelo tango, Gisele é nossa blogueira convidada para contar quinzenalmente um pouco mais do tango, suas técnicas, regras e outros segredos!  Para ler outros textos de Gisele visite o Aqui me Quedo.

OUVIR NOTÍCIA

Em Buenos Aires, o cemitério de visita obrigatória para os tangueiros não é o da Recoleta, e sim o de Chacarita, onde estão enterradas as principais personalidades do 2x4.

Fundado em 14 de abril de 1871, é o maior do mundo, com 95 hectares, 10 mil jazigos, 350 mil gavetas e 100 mil sepulturas abaixo da terra. Em resumo: há orquestras inteiras por lá!

A começar por Carlos Gardel, que foi elevado à categoria de santo milagreiro.



Túmulo de Gardel 

Cerca de 400 placas adornam seu túmulo (rua 33), com pedidos de diversas naturezas e em reconhecimento às “graças alcançadas”. “Gracias Carlos por el favor recibido para mi sobrino”. “Carlitos, hacé crecer mi pelo”.

Todo o dia 24 de junho, data de aniversário da morte do cantor, os fãs fazem uma peregrinação à tumba. Há uma espécie de tertúlia que começa desde cedo ao redor de uma estátua do cantor, em tamanho natural. Reza a lenda que quem passe por lá tem que deixar um cigarro aceso na mão do cantor.

 Tradição no túmulo de Gardel 

Músicos, cantores, dançarinos e “fiéis” deixam flores, velas e oferendas ao mestre, e passam o dia lembrando suas canções mais famosas. “El día que me quieras”, “Volver”, “Bandoneón arrabalero”, “Por una cabeza”.

Mas há mais tangueiros que descansam na Chacarita, especialmente no setor 7E, onde estão as celebridades “com estátua”. Podemos formar um trio imaginário com Osvaldo Pugliese no piano, Augusto Magaldi, na voz e violão, e Aníbal Troilo, o Pichuco, no bandoneón.

Nesta ala estão também os restos de Julio e Francisco de Caro, Carlos di Sarli, Homero Manzi e Roberto Goyeneche.

A lista de tangueiros na Chacarita é impressionante: há pelo menos 50 nomes famosos a serem visitados. Entre eles também o brasileiro Alfredo Le Pera, parceiro de Gardel e um dos maiores letristas da história do tango, além de Astor Piazzolla, que dispensa apresentações.

Em março deste ano juntou-se à troupe o maestro Gerardo Gandini, um nome pouco conhecido para a maioria dos brasileiros. Morreu aos 77 anos, justo quando eu o descobria.

Gandini foi fundador do Centro de Experimentação do Teatro Colón e, de forma paralela a sua atividade de câmara e sinfônica, propôs um ponto de vista diferente aos tangos tradicionais. O resultado está no disco "Postangos", ganhador do Grammy Latino em 2004. Não deixem de escutá-lo!

E em casos de emergência, apelem para SAN PUGLIESE!

Endereço: Guzmán 680 – Chacarita

Aberto os 365 dias do ano, das 7h às 17h.

Fone 0800-444-2363 Visitas Guiadas Gratuitas no segundo e quarto sábado de cada mês, às 11h

Hospedagem de qualidade, com todo conforto e com preço justo em qualquer lugar do mundo!

Conheça a Argentina e o melhor tango do Mundo!

Autora: Gisele Teixeira. Brasileira, jornalista formada pela Universidade Federal de Santa Maria e “cidadã do mundo” como se auto descreve. Autora do blog Aqui me Quedo, vive em Buenos Aires já a cinco anos e esta terminando seus estudos no Centro Educativo del Tango de Buenos Aires. Apaixonada pelo tango, Gisele é nossa blogueira convidada para contar quinzenalmente um pouco mais do tango, suas técnicas, regras e outros segredos!  Para ler outros textos de Gisele visite o Aqui me Quedo.

Comentários

Quer mais artigos e as newsletters editoriais no seu e-mail?

Receba as notícias do dia e os alertas de última hora.
[CARREGANDO...]

Confira mais Notícias

Sociedade
MP-PR pede afastamento do presidente do Conselho Municipal de Saúde de Foz do Iguaçu
MP-PR pede afastamento do presidente do Conselho Municipal de Saúde de Foz do Iguaçu
VISUALIZAR
Sociedade
OAB se pronuncia depois de declaração do Procurador Ricardo Albuquerque da Silva, sobre a...
OAB se pronuncia depois de declaração do Procurador Ricardo Albuquerque da Silva, sobre a escravidão do país.
VISUALIZAR
Agenda de Eventos
Bate-papo literário com Carmen Barudi
Bate-papo literário com Carmen Barudi
VISUALIZAR
Política
TSE facilita caminho para futuro partido de Bolsonaro, onde metade da cúpula é investigada
TSE facilita caminho para futuro partido de Bolsonaro, onde metade da cúpula é investigada
VISUALIZAR
Sociedade
Brasil ganha prêmio 'Fóssil do Dia' na COP 25 por 'culpar a sociedade civil pelas queimadas...
Brasil ganha prêmio 'Fóssil do Dia' na COP 25 por 'culpar a sociedade civil pelas queimadas na Amazônia'
VISUALIZAR
Sociedade
Estudantes, trabalhadores e sonhadores. Quem eram os jovens que morreram após ação da PM em...
Estudantes, trabalhadores e sonhadores. Quem eram os jovens que morreram após ação da PM em baile funk
VISUALIZAR
Fale com a redação!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )