Portal NFL

Banquete para 400 deputados ofertado por Temer pode ultrapassar 30 milhões de reais, dizem especialistas

Pode até parecer exagero, mas o banquete a ser ofertado hoje (9) por Michel Temer (PMDB) no Palácio do Alvorada para 400
Banquete para 400 deputados ofertado por Temer pode ultrapassar 30 milhões de reais, dizem especialistas
98

Banquete para 400 deputados ofertado por Temer pode ultrapassar 30 milhões de reais, dizem especialistas

Pode até parecer exagero, mas o banquete a ser ofertado hoje (9) por Michel Temer (PMDB) no Palácio do Alvorada para 400 (quatrocentos) deputados governistas se convencerem a aprovar a PEC 241 pode custar mais de 30 milhões de reais aos cofres públicos. Estimativa é feita a partir de ponderações de especialistas em gastronomia e organização de grandes eventos.

“Organizar um jantar para 400 (quatrocentas) pessoas bastante exigentes como nossos parlamentares não é coisa tão simples e nem tampouco barata”, diz Alexandre N Villa, chef de cozinha e especialista em organização de grandes eventos para autoridades.

Villa afirma que iguarias finas normalmente servidas nessas ocasiões custam verdadeiras fortunas. O Almas Caviar, por exemplo, custa 25 mil dólares a latinha. Multiplique por R$ 3,22 (cotação do dólar hoje, 9) e você chega a R$ 80.500 a unidade. “E se cada deputado decidir degustar uma porçãozinha dessas?”, indaga com ironia.

Além de iguarias finas, nesses banquetes também não costuma faltar bebidas caras, principalmente vinhos importados. No site AGAZETA, o enófilo Luiz Cola lista os 50 vinhos mais caros do mundo segundo o Wine Searcher.

Da coleção, deputados menos expressivos poderão apreciar um Domaine Leflaive Montrachet Grand Cru, Cote de Beaune, France. Preço médio da garrafa: 5.726 dólares.

Para os mais chegados do presidente, a pedida pode ser o Henri Jayer Richebourg Grand Cru, Cote de Nuits, France. A garrafa custa a bagatela de 23.941 dólares.

Os deputados certamente não irão se refestelar sozinhos. Levarão esposas(os), namoradas(os), filhos e assessores. Ministros e seus auxiliares também devem estar presentes. Ou seja, a gastança com o dinheiro público de fato será milionária.

Ironicamente, o banquete palaciano tem o fim de convencer os deputados a aprovarem amanhã (10) a PEC 241, que propõe cortes de gastos públicos em setores-chave para a população, como educação e saúde. Um golpe no povo.

 

Clique aqui e conheça a América Latina: 

Cataratas do Iguaçu do Brasil e da Argentina

Conheça o Chile e passe por experiência únicas

Tango, Carne e belezas naturais, a fascinante Argentina

São Paulo um dos maiores centros culturais do mundo!

Uruguay de Punta del Este a Montevidéu um país livre para todos!

OUVIR NOTÍCIA

Pode até parecer exagero, mas o banquete a ser ofertado hoje (9) por Michel Temer (PMDB) no Palácio do Alvorada para 400 (quatrocentos) deputados governistas se convencerem a aprovar a PEC 241 pode custar mais de 30 milhões de reais aos cofres públicos. Estimativa é feita a partir de ponderações de especialistas em gastronomia e organização de grandes eventos.

“Organizar um jantar para 400 (quatrocentas) pessoas bastante exigentes como nossos parlamentares não é coisa tão simples e nem tampouco barata”, diz Alexandre N Villa, chef de cozinha e especialista em organização de grandes eventos para autoridades.

Villa afirma que iguarias finas normalmente servidas nessas ocasiões custam verdadeiras fortunas. O Almas Caviar, por exemplo, custa 25 mil dólares a latinha. Multiplique por R$ 3,22 (cotação do dólar hoje, 9) e você chega a R$ 80.500 a unidade. “E se cada deputado decidir degustar uma porçãozinha dessas?”, indaga com ironia.

Além de iguarias finas, nesses banquetes também não costuma faltar bebidas caras, principalmente vinhos importados. No site AGAZETA, o enófilo Luiz Cola lista os 50 vinhos mais caros do mundo segundo o Wine Searcher.

Da coleção, deputados menos expressivos poderão apreciar um Domaine Leflaive Montrachet Grand Cru, Cote de Beaune, France. Preço médio da garrafa: 5.726 dólares.

Para os mais chegados do presidente, a pedida pode ser o Henri Jayer Richebourg Grand Cru, Cote de Nuits, France. A garrafa custa a bagatela de 23.941 dólares.

Os deputados certamente não irão se refestelar sozinhos. Levarão esposas(os), namoradas(os), filhos e assessores. Ministros e seus auxiliares também devem estar presentes. Ou seja, a gastança com o dinheiro público de fato será milionária.

Ironicamente, o banquete palaciano tem o fim de convencer os deputados a aprovarem amanhã (10) a PEC 241, que propõe cortes de gastos públicos em setores-chave para a população, como educação e saúde. Um golpe no povo.

 

Clique aqui e conheça a América Latina: 

Cataratas do Iguaçu do Brasil e da Argentina

Conheça o Chile e passe por experiência únicas

Tango, Carne e belezas naturais, a fascinante Argentina

São Paulo um dos maiores centros culturais do mundo!

Uruguay de Punta del Este a Montevidéu um país livre para todos!

Comentários

Quer mais artigos e as newsletters editoriais no seu e-mail?

Receba as notícias do dia e os alertas de última hora.
[CARREGANDO...]

Confira mais Notícias

Entretenimento
A busca do tema gerador na práxis da Educação Popular
A busca do tema gerador na práxis da Educação Popular
VISUALIZAR
Sociedade
Volkswagen quer “massificar” carros elétricos com o compacto ID.3
Volkswagen quer “massificar” carros elétricos com o compacto ID.3
VISUALIZAR
Sociedade
Carta de mil padres com críticas a Bolsonaro esquenta racha político na Igreja
Carta de mil padres com críticas a Bolsonaro esquenta racha político na Igreja
VISUALIZAR
Sociedade
Ex-Lava Jato pode responder na Justiça por suposto uso de laranja na contratação de outdoor
Ex-Lava Jato pode responder na Justiça por suposto uso de laranja na contratação de outdoor
VISUALIZAR
Sociedade
Jornalista recebe desculpas de Bolsonaro, mas diz que manterá ação judicial
Jornalista recebe desculpas de Bolsonaro, mas diz que manterá ação judicial
VISUALIZAR
Entrevistas
Milton Nascimento sobre o governo Bolsonaro: “Bicho, que pesadelo é esse? É uma tragédia...
Milton Nascimento sobre o governo Bolsonaro: “Bicho, que pesadelo é esse? É uma tragédia sem parâmetro”
VISUALIZAR